Ar Condicionado | Geladeira | Máquina de Lavar | Microondas | Fogão | Portáteis | Outros Produtos  

Componentes de Refrigeradores – Termostato
Categorias: Refrigerador

O QUE É O TERMOSTATO

O termostato para refrigeração Robertshaw, é um controle que atua dentro de limites pré-determinados, ou seja, ele funciona como uma chave liga/desliga comandada pela temperatura, em valores calibrados e definidos em fábrica.

Para se alterar a temperatura de trabalho desejada gira-se o botão que está encaixado na haste do termostato para a posição escolhida. O termostato passará então a ligar e desligar nas temperaturas definidas para esta posição do botão.

Estas temperaturas são definidas pelos componentes internos do termostato pois as caracteristícas externas são somente para adequar a montagem no aparelho, pois dois termostatos visualmente idênticos são totalmente diferentes na sua aplicação podendo ser de condicionadores de ar a freezers com exatamente o mesmo visual externo, somente o código do produto é que pode definí-lo com exatidão.   

COMO FUNCIONA

O mecanismo interno do termostato baseia-se em três conjuntos: hidráulico, mecânico e elétrico.

CONJUNTO HIDRÁULICO CROSS-AMBIENT

O conjunto hidráulico é responsável por sensar a temperatura e tranformar em um sinal de pressão que será comparado as cargas das molas do conjunto mecânico que ao se movimentar aciona o conjunto elétrico fechando ou abrindo os contatos, logo, desligando e ligando o compressor.

2.1 – CONJUNTO HIDRÁULICO

É composto por um tubo capilar, corpo, diafragma ou sanfona e carga de gás. O tubo capilar sensa a temperatura do ambiente transferindo-a para o gás, desta forma o gás irá exercer uma pressão interna no diafragma ou sanfona em função da temperatura, ou seja, quanto maior a temperatura maior a pressão e quanto menor a temperatura menor a pressão. Como existem várias faixas de temperatura de trabalho do termostato existem gases específicos para cada faixa.

A pressão interna no conjunto hidráulico corresponde sempre a da temperatura do gás da região mais fria do conjunto e não a do bulbo (ponta do capilar).

Em função da distância da posição de fixação do termostato e o ponto de leitura de temperatura (onde é fixado o capilar), é definido o comprimento do capilar. Para o mesmo existe uma tabela de comprimentos padrões já existentes.

Como o conjunto hidráulico padrão tem sua carga somente com o gas em sua fase vapor e líquido saturado (também chamado “vapor filled”) o mesmo apresenta a característica de atuar pela sua parte mais fria seja o capilar (qualquer parte dele) ou a sanfona.

Para contornar esta situação existe o modelo chamado cross-ambient onde a diferença do mesmo esta em possuir um bulbo com dimensões tais para receber uma carga de elemento adsorvente, desta forma garante que a carga de gás se “concentre” no bulbo e a resposta em pressão ocorra somente pela temperatura do mesmo, independente da temperatura do capilar ou sanfona estejam mais frias.

 

2.2 – CONJUNTO MECÂNICO

É composto basicamente pela alavanca da sanfona, molas (faixa e diferencial), parafusos de calibração, impulsor e haste camo. As molas são responsáveis por comparar o sinal de pressão do conjunto hidráulico aos valores ajustados pelos parafusos de calibração e posição da haste, realizando o movimento da alavanca e impulsor sobre o conjunto elétrico, ou seja, a alavanca só possui duas posições para cima ou para baixo que é definida pelo resultado da temperatura sensada pelo conjunto hidráulico menos a temperatura ajustada.

Desta forma ficará em cima quando a temperatura ambiente for maior que a ajustada, e ficará em baixo caso a temperatura ambiente seja menor que a ajustada.

Ao se girar a haste altera-se a altura da rampa sobre a mola aplicando-se menor ou maior força sobre as molas, tendo-se portanto a variação da temperatura de resposta do termostato.

3 – CUIDADOS NA UTILIZAÇÃO, MANUSEIO E APLICAÇÃO

Devido ao sensor  que sai do corpo do termostato ser um tubo capilar que possui gás refrigerante no seu interior, a utilização de ferramentas ou dobras acentuadas no mesmo podem causar estrangulamentos e/ou trincas que são mais críticas do que a própria quebra do capilar pois inutilizam o termostato e não são visualmente percebidas. Ocorrendo problemas como: termostato não liga, termostato não desliga, descalibrado. Resultando o não funcionamento do aparelho, pelo simples fato de má utilização do produto.

Certo

Errado

O termostato não deve ser exposto a ambientes agressivos (poeiras, etc.), pois estas sujeiras podem entrar no termostato e se alojar nos contatos elétricos, causando o fenômeno de não passagem da corrente pelos mesmos, embora até se ouça o “click” de atuação do termostato.

 Certo

Fonte: Invensys Robertshaw -SEMINÁRIO DO TERMOSTATO DE REFRIGERAÇÃO SÉRIE RC

Colaboração: Daniel Limoeiro

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags: , , , , , , , , , , , ,

3 Responses para “Componentes de Refrigeradores – Termostato”

  1. marcelo

    28. abr, 2011

    nossa muito bem esse conceito por aqui, pois eu trabalho com esse tipo de ferramenta e nao sabia coretamente o funcionamento dele. agora com esse site por aqui alem de eu estudar por auqi posso auciliar meus colegas de trabalho dar uma visitinha por aqui tambem. obrigado.

    Responder a este comentario
  2. EWERTON

    01. mar, 2013

    Caro amigo sou leigo no assunto mas gostaria que vc me explicasse como faço funcionar esse termostato na forma de cair a temperatura ele acionar uma luz em vez de um motor.
    Mod termostato. 1601-2p

    Obrigado

    Responder a este comentario
  3. Martinho Buta Alfredo

    09. mai, 2013

    componentes de uma geleira e principio de funcionamento

    Responder a este comentario

Escreva uma resposta