Tenho recebido muitas dúvidas sobre a conversão de gás dos fogões e vou explicar como deve ser feita.

Antes, quero esclarecer quem pode realizar a conversão pela ordem:

1) A autorizada do fabricante do fogão;
2) A autorizada do fabricante do fogão;
3) A autorizada do fabricante do fogão;
4) A empresa que fornece o gás:
5) Uma pessoa especializada no assunto,
6) Jamais alguém que não seja especializado.

Neste outro post tem vários comentários que fiz sobre o assunto http://www.eletrodomesticos.blog.br/componentes-dos-fogoes

Todos os fogões fabricado no Brasil saem da fábrica para funcionar com GLP. Quando é necessário a transformação para Gás Natural, o serviço autorizado do fabricante deve fazer essa conversão, que é gratuita durante a primeira instalação no periodo da garantia.

Mas porque deve ser o serviço autorizado ? Porque cada fogão tem as suas peças especificas e dimensionadas corretamente para trabalhar com aquele fogão especifico.

E a companhia de gás pode fazer a conversão? Pode, desde que utilize as peças que são recomendadas para aquele determinado fogão. Algumas vezes isso não ocorre.

Assistências especializadas podem fazer a conversão? Pode, mesmo caso das companhias de gás, mas deve ser homologadas pela companhia de gás.
Realizando a conversão

Para realizar a conversão, utilizam-se os chamados kits de peças que são específicos para cada modelo de produto. Nestes kits, fornecidos pelos fabricantes, as peças já estão dimensionadas para que o fogão funcione adequadamente com o Gás Natural.

Jamais se deve colocar peças que não são específicas para aquele modelo ou fazer adaptações, como por exemplo, aumentar o diâmetro do furo do injetor com um broca, nem mesmo a pedido do cliente, pois toda responsabilidade é de quem faz o serviço.

Basicamente são as seguintes as peças que devem ser trocadas:

1) A ponteira de conexão do gás.

2) Os registros, pois a posição mínima (vazão mínima) para o gás natural é maior que do GLP.

3) Injetores, pois o diâmetro dos furos são maiores em comparação para uso com gás GLP. Lembrando mais uma vez, nunca aumente o furo de um injetor de gás GLP para trabalhar com gás Natural.

4) Ajustar regulagem de entrada do ar primário, pois deve ser bem menor em relação ao gás GLP. Verifique qual é a regulagem especificada pelo fabricante.

Exemplo de regulagem para queimador de mesa

Exemplo de regulagem para queimador de forno

5) Dependendo do modelo, os tubos individuais de cada queimador também são trocados.

6) Conectar uma mangueira metálica do ponto de gás ao fogão.

A pressão do gás natural deve ser de 200mmca. Verifique se a pressão do gás está dentro dos valores especificados. Caso esteja fora, informe ao cliente para solicitar a companhia que fornece o gás o ajuste da pressão.

Após a conversão, verifique possíveis vazamentos, conforme explicado na Parte 1 do curso de fogões. Use um manômetro para verificar se ocorre queda de pressão e sempre utilize espuma de sabão para encontrar o vazamento.

Como descrito, não é um serviço muito simples de fazer, por isso sempre recomendo o serviço autorizado para realizar esse trabalho.

Se tiver dúvidas, escreva um comentário.

Assuntos relacionados:

Qual é o melhor fogão?

A instalação de gás de sua casa é segura?

Fogão conectado à internet, lava-louças com sensor de sujeira e mais novidades

Desvende os segredos dos fogões e fornos e saiba qual a melhor opção

Como acender o forno com válvula de segurança do forno?

Quais são os 25 Mitos e Verdades sobre Eletrodomésticos

Algumas dicas para montar sua cozinha masculina

A cozinha ganha uma mesa com fogão embutido

Componentes dos Fogões a Gás

Conheça as diferenças entre placas vitrocerâmica e indução

Cuidados para produtos INOX

Guia de Compra de Fogão

Componentes dos Fogões a Gás

Como funciona a válvula de segurança de fogões

Gás encanado ou de botijão?

Instalação fogão de embutir

Saiba como instalar seu fogão de piso

Um pouco sobre a história do fogão

Professor ensina a fazer um forno solar que custa R$ 15,00

As novidades no mundo dos fogões

Fogão a gás foi a grande inovação da cozinha nos anos 30

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...